Livro de Homenagem ao Dr. Jardim da Pena
Foi aberto um livro de homenagem para o Dr. Jardim da Pena e convidamos a enviar a sua mensagem através do formulário seguinte.
Rita Veloso
Os meus sentimentos a toda a família e amigos.
Um Homem uma amigo que sempre me ajudou e viu a minha filha nascer.
Até sempre e descanse em Paz
Fatima Fernandes
O Dr. Jardim foi meu médico durante mais de 35 anos. Além do profissional de excelência, com dedicação total aos seus doentes e uma ética de trabalho como vi em poucos, quero hoje salientar as suas qualidades humanas. Foi meu amigo. Um amigo dedicado, que me ajudou muito, bem como a tantas das minhas amigas e familiares, com os seus vastos conhecimentos, a sua palavra atenta e de apoio sempre, a sua simplicidade, a sua empatia. Ficará para mim sempre como um Homem sábio, simples, BOM. Foi um anjo que me guardou e protegeu. Grata para sempre. Ad aeternum, meu amigo.
Fernando Cardoso Ricardo
(cont.)
Tenho e terei saudades desse Amigo.
Tenho e terei também saudades do Colega e do Diretor de Serviço.
Se um Diretor fosse aquilatado medindo a diferença entre o Serviço que recebeu e o Serviço que entrega ao seu sucessor, então o Dr. Jardim da Pena seria sem sombra de dúvida e sem rival à vista, o melhor Diretor de Serviço da Especialidade que eu conheci. 
Em 1981 recebeu uma entidade a que mal se poderia chamar Serviço de Ginecologia e deixou, 34 anos depois um Serviço de Ginecologia e Obstetrícia robusto, moderno, qualificado e prestigioso.
Como médico foi exemplar, tanto nos conhecimentos acumulados como na ansia permanente de se atualizar, de saber coisas novas e na quase lendária capacidade cirúrgica. Era no entanto verdadeiramente excecional na disponibilidade que sempre tinha, fosse para com pacientes como para com colegas. 
A sua disponibilidade rara para socorrer colegas em dificuldades, no Hospital mas também fora dele, são conhecidas de todos os que puderam ter a honra de privar com ele. No entanto, esse homem tão extrovertido, sobre esse assunto nunca se pronunciava.
Penso que o Dr. Jardim da Pena foi um Homem que conseguiu algo que só muito poucos conseguem na vida, e que só se consegue à custa de trabalho, força de vontade e talento:
Viveu como achou que deveria viver e trabalhou (quase) até ao dia em que morreu.
Foi Senhor do seu Destino.
Fernando Cardoso Ricardo
Conheci o Dr. Jardim da Pena nas Jornadas Minhotas de Ginecologia que regularmente organizava e a que assisti, tanto no Internato Complementar, como posteriormente, sendo já especialista. 
Contudo só fomos apresentados pessoalmente no final de uma ação de formação, relacionado com contraceção, que ambos frequentamos em finais dos anos 90. 
Eu era, à época, um especialista do H. de Barcelos a fazer 40 anos e ele era um Diretor de Serviço prestigiado e conhecido.
No final da sessão ficamos a conversar na rua durante um bom quarto de hora e no final despedimo-nos quase como velhos conhecidos.
Quando em 2001 a minha vida profissional me trouxe para o Hospital de S. Marcos, a nossa relação tomou um caráter regular. Frequentemente conversávamos sobre muito mais do que assuntos da profissão, do Hospital e da carreira médica. A maneira de pensar de cada um de nós era diferente e por vezes mesmo antagónica. Sempre trocamos opiniões como dois homens livres e sinceros. Penso que por essa razão foi-se criando uma aproximação que levou a uma amizade.
Fui Amigo do Dr. Jardim e não tenho qualquer dúvida que ele também se considerava meu Amigo.
Tenho e terei saudades do café tomado pontualmente no bar do Hospital, antes de começar verdadeiramente a trabalhar. Tenho saudades da sua maneira de ser, do seu jeito por vezes truculento de exprimir opiniões. Tenho saudades de lhe falar de alguém, fosse de Braga ou de Barcelos, do Hospital ou da vida lá de fora e de quase sempre ele saber de quem se tratava, o que fazia e a que família pertencia. Tenho saudades da alegria de viver que ele sempre demonstrava. Demonstrava-a no trabalho e no convívio social. Era um parceiro incontornável e sempre desejoso de se juntar aos jovens (cont.)
Celestino Teixeira, Maria Ferreira da Costa
É com muita mágoa que tomo conhecimento do falecimento de uma extraordinária pessoa amiga, que nunca virou as costas aos pacientes. Gentil, respeitador, conhecedor, uma estrela no Céu!

Conheci-o ainda pequenino e lembrar-me-ei para sempre do Homem que foi!

Estará de certeza, junto dos seus familiares queridos e amigos que já partiram, incluindo o meu falecido pai, que ele tanto ajudou e cuidou: Joaquim Rodrigues Teixeira.

Eterno descanso, pois trabalhou muito e deixou o seu legado na terra,

Até um dia, caro amigo! :(
Maria isabel Serra da Silva Paixão
Meu grande amigo que me ajudou em várias fases da minha vida solucionando sempre todas elas com o seu trabalho e dedicação
Vou ter muitas saudades
Descanse em paz Dr Jardim🙏🏻
João Luís Silva Carvalho
Caro Jardim,
Queria dar-te um abraço muito apertado e agradecer-te a tua amizade de muitos muitos anos. Nas equipes de urgência, no serviço de ginecologia do hospital S. João, nos convívios de amigos, na colaboração em clínica privada, no colégio da ordem dos médicos, etc ... sempre tive o privilegio de ter a tua grande amizade, de uma generosidade e honestidade incomensuráveis
Obrigado pelo muito que me deste
Até breve com um grande abraço
Maria Luisa Cunha Martins Peixoto
Em 1994 o Dr. Jardim que fez a cesariana da minha filha na Clínica de S. Lázaro
Agradeço tudo o que fez por mim, salvou-me a vida em 1995
Descanse em PAZ
Alexandre Rocha
Foi com enorme tristeza que recebi esta notícia. Ficam agora as memórias de uma pessoa que claramente marcava sempre a sua presença, fosse com a sua voz projectada e/ou com histórias que muito gostava de partilhar.
Profissionalmente foi uma pessoa que sempre respeitou o meu trabalho e com ela aprendi um pouco mais.
até sempre Dr. Jardim.
R.I.P.
Irene Paiva
Sentidos pêsames à família
Arlindo Ferreira
Ao mestre, ao colega, ao amigo
Foi com maior tristeza que recebi a notícia do falecimento do dr. Jardim da Pena.
Iniciei o meu internato da especialidade no velho hospital de S.Marcos com dr.Jardim recém nomeado director do Serviço de Ginecologia que mais tarde viria a acumular com a união dos serviços com a direção do Serviço de Ginecologia/ Obstetrícia. Foram 3 décadas de trabalho e dedicação que forjaram um Serviço de referência na cidade, respeitado no país e mesmo além fronteiras.
Com ele iniciei a minha aprendizagem como ginecologista, com ele me diferenciei e fui progredindo na carreira, com oseu apoio e incentivo pude iniciar a minha actividade autónoma.
A sua confiança em mim e a minha perene admiração e lealdade cimentaram um relação de amizade que se manteve ao longo dos anos de trabalho conjunto no Hospital de Braga e que se manteve após a sua aposentação.
Senhor de uma personalidade ímpar, uma dedicação à profissão e ao Serviço únicas, tinha uma sede de saber e partilhar conhecimentos que contagiou todos os que tiveram o privilégio de trabalhar com ele. As suas, nossas Jornadas de Ginecologia são bem um exemplo disso mesmo e da sua capacidade de dirigir e realizar.
Para a cidade e para o país é um marco da Ginecologia que tão bem representou como diretor de Serviço e nos múltiplos cargos na SPG e no Colégio da especialidade.
Com a minha sentida homenagem o meu sincero obrigado. Até sempre caro amigo.
Arlindo Ferreira
Camila Costa
Eterna saudade. Tive o previlegio de conhecer o doutor Jardim há 20 anos. Sempre pronto a ajudar, que paixão tinha tinha pela medicina. Que dedicação...
Para sempre
Luís Braga
Tive o privilégio ter tido o Dr. Jardim da Pena como meu Diretor de Serviço. Pessoa distinta, ponderada, por vezes efusiva. Tive o privilégio de ter podido a assistir e a aprender em inúmeras cirurgias com o Dr. Jardim. O bloco operatório era a sua praia. Sentia-me tranquilo com ele. Com o Dr. Jardim as cirurgias pareciam fáceis, fluiam. Se algo complicasse o Dr. Jardim mantinha a calma, a compostura, transmitia confiança, o que quer que acontecesse tinha sempre solução nas suas mãos. O Dr. Jardim da Pena deixa muitas saudades. Muito obrigado Dr. Jardim.
Margarida Martinho
Cresci na Especialidade (no H.S.João) e na SPG a ouvir falar do Dr. Jardim da sua imensa capacidade cirúrgica e da sua personalidade forte e tão exuberante quanto sincera. Sei que a sua memória será preservada por todos aqueles que o conheceram no seu serviço de Ginecologia do Hospital de Braga e também por todos os que consigo se cruzaram.
Daniel Pereira da Silva
A Sociedade Portuguesa de Ginecologia vê partir dois ilustres sócios : o Dr. Domingos Jardim da Pena e o Dr. António Lanhoso.
Ambos têm em comum o terem dado excelentes contributos à ginecologia portuguesa, que é justo enaltecer.
Fica-nos a memória de dois distintos colegas.
Deixam-nos saudades da sua presença e do seu convívio.
Que descansem em paz.
Às famílias enlutadas apresentamos as nossas sentidas condolências.

Daniel Pereira da Silva
Presidente da Sociedade Portuguesa de Ginecologia (2001-2003,2004- 2006)
José Martinez de Oliveira
Domingos Jardim da Pena, o Domingos, para os mais íntimos, ou Jardim, como geralmente era interpelado e conhecido, é personalidade única na Ginecologia Portuguesa. De entre as particularidades que mais o definiriam cito o tripé dedicação à Medicina, honestidade e previsibilidade. Na verdade, era simples, como tantas vezes o são os nomes maiores das artes, disponível e dedicado, como devem ser os profissionais de saúde, e até mesmo sôfrego, pelo eruptivo desejo de mais querer fazer. Mas era a sua transparente modéstia que o tornava previsivelmente encantador.
Teve actividade clínica muito particularmente intensa, mesmo após a aposentação do Serviço Público, por ser essa fórmula que lhe aportava grande satisfação. Progrediu nos diversos patamares da carreira hospitalar, sempre com envolvente exercício no sector privado, e durante décadas colaborou com a Sociedade Portuguesa de Ginecologia, com a qual estabeleceu protocolo que garantiu espaço para as “suas” Jornadas Minhotas. Não foi um director presidencialista, mas elemento trabalhador, que deixa uma imagem perene de exemplo a seguir tendo até sido louvado pelo Colégio da Especialidade de Ginecologia / Obstetrícia da Ordem dos Médicos por todo o seu contributo.
Só não iremos sentir a falta da sua forte presença porque estará connosco, virtualmente, sempre.

José Martinez de Oliveira
Presidente da Sociedade Portuguesa de Ginecologia (2007-2009, 2010-2012)
Fernanda Águas
Foi com profunda tristeza que recebi a notícia do falecimento do Dr. Domingos Jardim da Pena, figura de relevo na Ginecologia Portuguesa. Clínico dedicado, muito experiente e dotado de grande destreza cirúrgica.
Foi Diretor do Serviço de Ginecologia do Hospital de Braga e, desde sempre, foi um colega muito assíduo nas reuniões da Sociedade Portuguesa de Ginecologia (SPG), tendo vindo a integrar a 4ª e 5ª Direções, entre 1985 e 1990.
Enquanto tesoureira da SPG, tive o privilégio de com ele colaborar na organização das últimas edições das Jornadas Minhotas de Ginecologia, reuniões de grande prestígio, incluídas no calendário de reuniões da nossa Sociedade.
Em 3 e 4 de Junho de 2016, na 185ª Reunião da SPG, realizada no Hospital de Braga, tivemos oportunidade de, conjuntamente com os seus colegas de trabalho do hospital, lhe prestar a devida homenagem.
Foi uma cerimónia singela, preparada em segredo, dado que o Dr. Jardim da Pena era um homem simples e de grande coração, mas avesso a honrarias e notoriedade.
Juntos colaboramos em atividades do Colégio da Especialidade por três mandatos, durante os quais presenciei as qualidades de um homem justo, dedicado à causa pública e preocupado com a formação médica e com o futuro da Ginecologia/Obstetrícia nos nossos hospitais.
Foi para mim um exemplo de dinamismo, espírito positivo, boa disposição e um contador de muitas histórias de que vamos sentir Saudades.

À sua esposa, Dra. Isabel e às suas filhas Dras. Cristina e Joana, as minhas sentidas condolências.

Fernanda Águas
Presidente da Sociedade Portuguesa de Ginecologia (2013-2015, 2016-2018)
Teresa Mascarenhas
Foi com muita tristeza que recebi a notícia do falecimento do Dr. Jardim da Pena. Desde o início da minha especialidade e da minha descoberta da SPG, que tive na Pessoa do Dr. Jardim, a presença de um Amigo verdadeiro, que me incentivava a progredir e que fazia questão, desde sempre, de mostrar o seu carinho e admiração pelo meu trabalho.
Recordarei sempre o seu grande Valor, o seu empenho profissional, a sua entrega de vida à Ginecologia Portuguesa, quer no seu contributo na Direção da SPG, quer no pioneirismo e organização das Jornadas Minhotas de Ginecologia, quer no seu enorme apoio às Mulheres do Norte de Portugal.

Presto, assim, homenagem ao Colega e Amigo Que nunca esquecerei.

Endereço sentidas condolências à Dra. Isabel, à Joana e à Cristina.

Teresa Mascarenhas
Presidente da Sociedade Portuguesa de Ginecologia
Desenvolvido por Sartor Seven